Lista Top 15 de alimentos que mais provocam engasgo nas crianças

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

O maior medo das mães disparado é o engasgo, principalmente na introdução alimentar. Por isso, é comum ouvir relatos que o bebê nunca comeu determinado alimento por conta desse medo.

Guia completo de desengasgo na introdução alimentar

Nessa fase de introdução alimentar, muitas vezes a criança ainda não tem dente e parece indefesa, mas será que existe mesmo algum perigo? E se você conhecesse os 15 alimentos que mais provocam engasgo? Seria bom!

Eu considero o mais importante a informação. Muitas vezes, as mães não estão seguras e confiantes para oferecer os alimentos sólidos. Isso é fundamental para o bebê aceitar bem os alimentos e não correr nenhum risco. 

O engasgo e os sinais de prontidão

O que os sinais de prontidão têm a ver com o engasgo? Tudo! A criança deve começar a introdução alimentar por volta dos 6 meses, quando tiver os sinais de prontidão. Isso é essencial para evitar os engasgos. Os sinais são:

  • O bebê consegue manter a cabeça erguida e sem apoio;
  • Ele consegue ficar ereto;
  • Ele consegue levar comida e objetos à boca; 
  • Seu bebê consegue comunicar que está satisfeito. 

É indispensável observar esses sinais. Dessa forma, você vai perceber que o seu bebê está preparado para comer. O controle da cabecinha, por exemplo, é essencial para a alimentação e deglutição, evitando que ele engasgue.

Da mesma forma, é importante estar sempre sentado em posição vertical para comer, para garantir que possa engolir os alimentos corretamente.  E a vontade incontrolável dele levar tudo que pega à boca é uma parte natural do aprendizado e do desenvolvimento sensorial.

Preste atenção nesses sinais, eles garantem a segurança que você precisar ter para oferecer os alimentos com confiança e tranquilidade.

Veja também: Quando Iniciar Alimentos Alergênicos

Engasgo x reflexo de GAG

No início da introdução alimentar, é muito comum o bebê colocar o alimento para fora, é o reflexo de Gag. É aquela ânsia que todos os bebês têm. Ele vai tentar engolir e não consegue. Às vezes o alimento volta e ele cospe e às vezes volta, ele fica na boca, mastiga e engole de novo.

O reflexo de GAG é um reflexo natural de proteção da criança no qual o bebê põe para fora aquele alimento maior que não consegue engolir. 

Eu sempre digo que as mães devem agradecer esse movimento. O GAG é bom, porque se isso acontece, a criança não tem como engasgar. Não precisa fazer nada na hora, apenas observe a criança lidar com a situação. 

Se você tentar tirar o alimento da boca dele, aí sim corre o risco de enfiar ainda mais o alimento para a garganta e, consequentemente, provocar um engasgo.  Deixe o seu filho lidar sozinho e confie, dará tudo certo.

Já o engasgo é quando realmente a criança está com alimento parado e precisa de ajuda. Ela não vai respirar e não vai ter nenhuma reação. Você precisa fazer uma manobra para tirar o alimento da via e assim ele voltar a respirar.

Como evitar o engasgo

Melhores horários e refeições na introdução alimentar

No engasgo o bebê não consegue ter nenhuma reação, ele não faz nada, ele não se mexe porque o ar não passa, ele não tem nenhum movimento, ele fica parado e sem chorar, pois ele não consegue chorar. Para evitar o engasgo, algumas atitudes são primordiais, como:

  • Observar os sinais de prontidão antes de começar a introdução alimentar;
  • O bebê deve sempre estar sentado durante as refeições;
  • Fique ao lado do bebê enquanto ele come, não deixe ele sozinho;
  • Se acontecer de a criança engasgar, não tente tirar o alimento da boca dele. 

O engasgo propriamente dito é muito raro. Além disso, é mais comum com líquidos que com alimentos sólidos. Veja abaixo uma lista com os top 15 alimentos que mais provocam engasgo nas crianças:

  1. Leite (líquidos)
  2. Milho
  3. Pipoca
  4. Castanhas
  5. Nozes
  6. Uva
  7. Tomate cereja
  8. Balas 
  9. Carne
  10. Azeitona
  11. Pirulito
  12. Chiclete
  13. Salsicha
  14. Amendoim
  15. Frutas secas

Busque informação

Como você viu, o campeão dos engasgos é o leite, na verdade, são os líquidos. Tenho certeza que você já viu algum caso de bebê que engasgou mamando, seja no peito ou na mamadeira. É muito mais comum o engasgo com líquido que com alimentos sólidos.

O BLW por exemplo, é um método de introdução alimentar fantástico, muitas mães gostariam de fazer, mas não fazem porque tem medo do engasgo. No BLW os alimentos devem ser oferecidos em pedaços, porém, com cortes adequados.

Mesmo assim, se a mãe não tiver segurança, não adianta tentar. No início os cortes são compridos e finos para que o bebê pegue de um lado e sobre um pouco para ele colocar na boca a chance de engasgo sinceramente é muito pequena. 

Então não deixe de dar os alimentos por medo de engasgo. Ele é muito difícil de acontecer, se você sabe como oferecer, o que oferecer na hora certa, é muito difícil. Tenha segurança e confiança.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE