Como alimentar o bebê de 6 meses a 1 ano

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

A alimentação de bebês de 6 meses a 1 ano é mais simples do que parece. A partir dos 6 meses, assim que a criança demonstra os sinais de prontidão, ela começa a se alimentar com alimentos sólidos.

É a fase de introdução alimentar, um período de transição do leite materno ou fórmula, para a alimentação. A princípio, este período dos 6 meses a 1 ano servirá para adaptação do bebê com os novos alimentos. 

Sendo assim, não espere que a criança coma muito ou todos os tipos de alimentos logo de primeira. Trata-se de uma etapa importante do desenvolvimento do bebê marcada pelo aprendizado em relação aos alimentos.

Aprenda: tudo sobre introdução alimentar

Como fazer a introdução alimentar

Muitas mães ficam ansiosas para começar a introdução alimentar dos filhos. Porém, é importante que ela seja feita quando o bebê completar 6 meses e tiver os sinais de prontidão. Para saber se ele está realmente preparado, responda a estas perguntas:

  • Seu bebê consegue manter a cabeça erguida, sem apoio? 
  • Seu filho consegue ficar ereto?  
  • Ele consegue levar comida à boca? 
  • Seu bebê consegue comunicar que está satisfeito?  

Se você responde Sim a essas questões, pode considerar o seu filho pronto para começar a introdução alimentar. 

Esses sinais são importantes para a alimentação e deglutição, evitando que ele engasgue, por exemplo. Se ele consegue se sentar sozinho, ele poderá engolir os alimentos corretamente. 

Veja também: Alergias na introdução alimentar

O que oferecer para o bebê de 6 meses a 1 ano

Se o seu bebê está preparado para começar a introdução alimentar, você pode oferecer todo tipo de comida:

  • Legumes
  • Frutas
  • Verduras
  • Proteína
  • Leguminosas

Dos 6 meses a 1 ano o leite materno ou fórmula continuará sendo o alimento principal da criança. A comida será um complemento e servirá principalmente para ensinar a educação nutricional saudável.

Assim, não espere que nos primeiros dias o bebê coma e raspe um prato cheio de arroz e feijão. No início você deve garantir a apresentação de alimentos de qualidade para que ele os conheça.

A quantidade ficará por conta da criança. Eles têm uma autorregularão para saber quando estão satisfeitos.

Muita gente ainda tem ideias equivocadas sobre alguns alimentos, se são permitidos ou não. Sendo assim, estão liberados: ovos, carne de porco e de peixe, todas as frutas, legumes e verduras e temperos naturais.

Alguns alimentos que são proibidos nessa fase: açúcar, sal, sucos, frutos do mar e carnes cruas, produtos industrializados (bolachas, biscoitos, refrigerantes), mel, iogurtes e leite de vaca e derivados.

Aprenda mais sobre: Recusa e seletividade alimentar

bebê comendo uvas na introdução alimentar

Como oferecer os alimentos

Como nesta fase os bebês de 6 meses a 1 ano precisam aprender sobre aos alimentos, não precisa se preocupar com preparações. O ideal é oferecer cada alimento individualmente. 

Dessa forma, a criança aprenderá sobre o sabor, textura e cheiro de cada um deles. Isso é o mais importante na introdução alimentar, por isso você deve garantir alimentos de qualidade.

Eles podem ser oferecidos cozidos, assados ou refogados, amassados com um garfo ou inteiros, depende do método usado na sua casa. O que você não deve fazer:

  • Misturar os alimentos.
  • Usar liquidificador, processadores ou peneiras.

Se você misturar tudo, bater no liquidificador e deixar líquido, o bebê vai sugar e não vai estimular a mastigação e isso é fundamental nesta fase. 

Além disso, a consistência do alimento fica diferente quando você mistura, bate tudo e passa na peneira. Ele precisa de pedacinhos ao longo do tempo para formar o paladar.

Sem pressa, cada bebê no seu tempo

É indispensável que a mãe equilibre as expectativas nessa fase, tenha paciência e respeite o ritmo do seu bebê. Cada criança é única e tem o seu tempo de aprendizado.

Afinal, pense comigo: um dia ele está lá tomando o leite quentinho no colinho gostoso da mamãe e no outro colocam um prato na frente dele com alimentos e sabores novos. Comida que, muitas vezes, ele nem sabe o que é e nunca viu.

Logo, não espere ou tenha grandes expectativas que seu bebê vai comer super bem já da primeira vez. Esta é uma fase de aprendizado, ele precisa conhecer e ter contato com o máximo de alimentos possíveis. Além disso, o leite continuará sendo o alimento principal dessa criança.

Este aprendizado costuma ir até os 2 anos de idade, quando o paladar do bebê estará formado. Por isso esse período e essa educação nutricional da criança é tão importante. 

Cabe os pais e responsáveis ensinar, pois ninguém sabendo. Somos nós que temos que ensinar e essa fase de introdução alimentar serve para isso.

Por isso, dos 6 meses a 1 ano, é fundamental fazer essa introdução da forma correta. Só assim será possível garanti hábitos alimentares saudáveis que a criança vai levar para a vida toda.

Assim, equilibre as suas expectativas, busque conhecimento, tenha paciência e confiança.  Essa é a melhor receitar para alimentar bebês de 6 meses a 1 ano garantindo uma boa saúde e a educação nutricional que ele precisa.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE