Como fazer as primeiras receitas e papinhas para o bebê de 6 meses

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

Como fazer as primeiras receitas e papinhas para o bebê de 6 meses

A introdução alimentar de um bebê é uma fase cheia de aprendizado e conquistas. Do mesmo modo, também é repleta de insegurança, ansiedade e angústia.

Isso porque muitas mães não sabem exatamente como fazer as primeiras receitas e papinhas para o bebê de 6 meses.

Por outro lado, se você chegou até aqui, fique tranquila, pois eu vou explicar isso e mais alguns itens importantes que você precisa saber para não errar na introdução alimentar do seu filho.

Diga não às papinhas 

Antes de mais nada, diga não às papinhas de bebê que você sempre ouviu falar.  Essas papinhas para bebês de 6 meses só tem um sabor e uma textura: o de papinha.

Sendo assim, não é recomendado, mesmo que a papinha seja feita com alimentos muito nutritivos.

A introdução alimentar deve começar com os alimentos de verdade. Eles devem ser oferecidos a criança individualmente para que ela conheça e aprenda o seu sabor, cheiro e textura. Isso é fundamental para o aprendizado do bebê nesta fase.

Da mesma forma, a criança deve mastigar a comidinha e se ela for em forma de papinha, ela nem precisa mastigar e pode engolir direto. A mastigação é um aprendizado e é preciso estimular para ela aprender a comer.

Quando você oferece alimentos liquidificados ou peneirados, todos misturados, a textura e o sabor são sempre os mesmos.  

Dessa forma, o bebê até come tudo como você gostaria, mas ele não está criando nenhuma memória sobre os alimentos.

Veja também: ás melhores receitas para bebê a partir de 6 meses

Por que não fazer papinhas liquidificadas

Veja algumas desvantagens de optar pelas papinhas liquidificadas na introdução alimentar do bebê:

  • A criança não aprende sobre a comida.
  • Não conhece texturas diferentes.
  • Não conhece os alimentos individualmente.
  • Não aprende a tomar decisões.
  • Não desenvolve o paladar.
  • Não treina a mastigação.
  • Pode desenvolver seletividade alimentar.

Quando você dá o alimento batido, tudo junto, o alimento perde as características, ou seja, não tem a mesma textura, o mesmo sabor ou aroma. Logo, ela não consegue identificar cada um individualmente.

As primeiras receitas

Então como preparar as receitas para o bebê de 6 meses?  Até aqui você já viu que não é recomendado oferecer papinha. 

Outro ponto importante que você precisa saber é que as refeições da criança na introdução alimentar não têm muitas preparações nem receitas elaboradas.

Afinal, você tem que servir cada alimento de forma individual, para que o bebê saiba o que está comendo e conheça seu sabor, cheiro e textura. O importante na preparação dessas comidinhas, é você incluir os 5 grupos alimentares:

  • Grupo dos carboidratos (macarrão, arroz, batata)
  • Grupo da proteína (ovo, peixe, carne, frango)
  • Grupo das leguminosas (lentilha, ervilha, feijão)
  • Grupo dos legumes (Chuchu, beterraba, abobrinha)
  • Grupos das verduras (espinafre, couve, chicória)

Se o prato do bebê tiver um alimento de cada grupo, isso é o mais importante, pois ele estará completo.

Como fazer as primeiras refeições 

As primeiras receitas do bebê devem ser simples: sem sal, geralmente apenas cozidos e as carnes nunca devem ser oferecidas cruas. Isso é o principal.

Para você ver como deve ser a preparação da comida do bebê, confira 2 receitas que eu separei e podem ser oferecidas desde o início da introdução alimentar.

Veja também: com quantos meses começar a introdução alimentar do bebê?

Receitinha de Berinjela:

Ingredientes: 

• 2 berinjelas

• Azeite extravirgem

Modo de preparo:

Corte as berinjelas ao meio e coloque um pouquinho de azeite em cada lado da poupa.

Cubra a travessa com papel alumínio para assar mais rápido e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus por 30 minutos.

Espere esfriar, retire a poupa com uma colher, bata levemente com uma faca para e liminar as fibras grandes.

Receitinha de Peixe, Como preparar para o bebê:

Ingredientes: 

• Filé de peixe sem espinho (eu uso tilápia ou salmão)

• Orégano

• Azeite extravirgem

Modo de preparo:

Em uma frigideira antiaderente, coloque um fio de azeite e na sequência o filé de peixe.

Deixe grelhando em ambos os lados até ficar bem cozido. Não sirva peixe cru!

Tempere com uma pitada de orégano. Desfie bem e sirva.

Comida deve ser saborosa

Eu não recomendo usar sal antes de a criança completar um ano, porém você pode usar temperos naturais, como alho, cebola, salsinha, orégano, manjericão, cebolinha, entre outros para deixar a refeição saborosa.

Eu sei que às vezes bater tudo no liquidificador ou comprar papinhas industrializadas pode ser mais fácil e mais prático, mas a fase de introdução alimentar só acontece uma vez e ela é fundamental para a saúde das crianças. 

Você não pode deixar essa oportunidade passar sem ensinar sobre os alimentos para o seu bebê do jeito certo.

É nesta fase que ele vai aprender e adquirir os hábitos alimentares que ele vai levar para a vida toda e sua responsabilidade é ensinar o que é saudável.

À primeira vista pode ser que ele não aceite bem os alimentos separados e não coma como você gostaria no que se refere a quantidade. 

Então preste muita atenção na qualidade dos alimentos que você vai oferecer.  E não desista, mesmo que ele não coma, ofereça em todas as refeições o alimento. 

Se estiver começando a introdução alimentar do seu filho e ainda tem dúvidas conheça meu curso online. Nele eu ensino como fazer as primeiras receitas para o bebê de 6 meses e tudo o que você precisa saber nesta fase tão importante da vida do seu filho, inclusive como fazê-la de forma tranquila e segura. 

Conta com a gente para fazer sempre a mais correta Introdução Alimentar

Espere alguns dias a mais, semanas a mais se for preciso, pois isso faz muita diferença para a aceitação dos novos alimentos. Ao mesmo tempo, tornará esta fase ser mais leve, prazerosa e saudável, tanto pra você como para o seu bebê.

Quer saber mais sobre introdução alimentar, quando e como fazer e dicas para preparar os alimentos?  Conheça o meu Guia da Introdução Alimentar – um guia prático para esta fase tão importante da saúde e desenvolvimento do seu bebê.

Nele você encontra o passo a passo para passar esta fase de forma tranquila, fácil e totalmente saudável.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE