Como preparar e congelar a comida do bebê na introdução alimentar

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

Introdução alimentar é um período de aprendizado do bebê e você deve garantir que ela seja bem feita. Como? Com alimentos saudáveis.

Antes de mais nada, quero reforçar que a introdução alimentar é uma fase de transição do bebê, na qual ele passa do leite materno ou fórmula para os alimentos sólidos. Esse período é muito importante, porque ele deve conhecer os alimentos e aprender a comer de modo saudável. Horários das refeições na introdução.

Quando nasce, o bebê não sabe comer e tem paladar neutro. É a partir dos alimentos que nós oferecemos que ele forma o paladar. E você já sabe, quanto mais saudável melhor para o bom desenvolvimento dele.

Desse modo, você deve garantir alimentos de qualidade e que contribuem com o seu crescimento saudável. 

“Mas Camila, eu trabalho fora e não tenho tempo de cozinhar para meu bebê.” Essa é uma situação muito comum. Será que tem como garantir uma comidinha saudável para seu bebe todos os dias mesmo sem tempo?

Congele a comida do seu bebê

Sim, você pode e deve, neste caso, congelar a comida. Tem gente que acha que perde os nutrientes, não fica gostosa e por isso não congela.

Saiba que qualquer alimento perde um pouco de nutrientes quando você manipula, mesmo assim, congelar é melhor que oferecer qualquer coisa, como papinhas ou alimentos industrializados.

Comida caseira congelada facilita a vida e o dia a dia das mamães, mas alguns cuidados são imprescindíveis. Confira algumas dicas:

  • Tire um dia da semana para cozinhar, assim você garante a comida de vários dias.
  • Na introdução alimentar o bebê come pouco, então não exagere na quantidade. 
  • O ideal é congelar em pequenas porções para não haver desperdício. Além disso, fica mais prático para a pessoa que vai ficar com seu bebê oferecer.
  • Nessa fase o bebê deve comer os alimentos individualmente, por isso, separe os alimentos para congelar.
  • Os alimentos podem ser congelados cozidos ou crus, como você preferir.
  • Nessa fase não use sal, apenas temperos naturais, como cebola, alho, manjericão, alecrim, cebolinha, salsinha, etc. A comida do bebê não precisa ser sem gosto.
  • Dê preferência por potes de vidro para congelar.
  • Congelada, a comida dura até uns 30 dias.
  • Embale bem a comida e anote os dias que você preparou para não esquecer. 
  • O descongelamento deve ser feito dentro da geladeira e nunca em temperatura ambiente. O alimento pode também ser levado direto para preparo.
  • Prefira aquecer a comida em banho maria. Se usar micro-ondas, colocar em prato ou pote de vidro
  • Depois que descongelar, não pode recongelar. 
Como preparar a comida do bebê na introdução alimentar

Cuidados com os alimentos

A comida pode ser conservada na geladeira por um dia. Por exemplo, fez o almoço, na geladeira vai durar até o almoço do dia seguinte. É muito pouco tempo mesmo, por isso a melhor opção é congelar. 

Na minha casa eu uso muito o congelamento, porque traz muita praticidade. Quando minha filha Julia era pequena, eu usava forminhas de gelo para congelar os alimentos. Funcionava muito bem e o tamanho era ideal para a porção de cada refeição do seu bebê. 

Com isso, não tem esse desperdício. Sem falar que é super prático também na hora de congelar e descongelar. É preciso apenas cuidado para manter a forminha tampada, para evitar o contato com outros itens do congelador e não pegar cheiro.

Papinhas industrializadas 

As papinhas industrializadas não são recomendadas. É certo que a composição delas nos dias atuais melhorou muito, mesmo assim confira algumas razões para não oferecer:

  1. A textura e a consistência não são ideias e não favorecem a mastigação do bebê, atividade fundamental nessa fase.
  2. Os alimentos ficam todos misturas e dificuldade a percepção de cada sabor individualmente pelo bebê, como deveria ser.
  3. Os micronutrientes e vitaminas dos alimentos in natura são muito mais absorvidos pelo organismo da criança do que os que tem nas papinhas industrializadas.
  4. Essas papinhas não tem o tempero da família, que é muito importante para a formação do paladar desse bebê.

Alimentação saudável desde cedo

Introdução alimentar é coisa séria. Não podemos oferecer qualquer coisa para nossos filhos. Depois é possível mudar sim, mas será mais difícil. 

Se você começa do jeito certo, a criança já cresce comendo alimentos saudáveis e isso certamente resultara em bons hábitos alimentares, o que garante que ele vai crescer e se desenvolver.

Fuja dos alimentos industrializados, eles são ricos em açucares, gorduras, aditivos, conservantes, entre outras coisas e além de prejudicar o paladar do bebê, que está sendo formado, ainda dificuldade a aceitação de novos alimentos.

Não tem desculpa, se você trabalha e está sem tempo de preparar a comidinha saudável do seu bebê, pode congelar e garantir assim a alimentação dele. E se você não trabalha e mesmo assim quer mais praticidade para o dia a dia e ter mais tempo para aproveitar o seu bebê, pode congelar também. 

Nada como uma comida feita na hora, mas dá sim para comida congelada ser gostosa e saudável. 

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Introdução alimentar

Receita de Papinha de Ameixa para Bebê

A ameixa é um ótimo alimento para oferecer ao seu bebê. Além de ser super saudável, ela ainda tem poder laxante para auxiliar na prisão

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE