Guia Alimentar para Crianças Menores de 2 anos: o que pode e não pode

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

As crianças menores de 2 anos não têm o paladar formado, por isso o que oferecemos nessa fase faz muita diferença nos hábitos alimentares que ela terá durante a vida.

Será que na introdução alimentar pode dar ovo? E mel? São tantas dúvidas! Veja aqui a relação dos alimentos proibidos e os que são permitidos antes dos 2 anos, mas você não tinha certeza.

Neste guia alimentar, você vai conferir os alimentos que pode e não pode oferecer para as crianças menores.

Veja também: Alergias na introdução alimentar

O que não pode oferecer na introdução alimentar⠀⠀⠀⠀

Essa lista vai ajudar você a esclarecer suas dúvidas e saber o que realmente é proibido nesta fase. 

  • Leite de vaca e derivados: não deve ser oferecido antes de o bebê completar 1 ano. O recomendado é manter o aleitamento materno ou fórmula.
  • Sal: não faz bem pra ninguém imagine para o bebê. 
  • Açúcar: isso inclui doces e guloseimas. É uma caloria vazia que pode viciar o paladar do bebê em dar preferência por alimentos doces. Até os dois anos você deve evitar ao máximo. 
  • Mel: ele possui uma bactéria que libera uma toxina quando a flora intestinal não está completamente formada e essa toxina pode causar botulismo e outras complicações. Por isso não ofereça mel até 1 ano por causa da toxina e até os 2 anos por causa do açúcar.
  • Alimentos industrializados:  estes não são bons para ninguém. Eles são ricos em sódio e açúcar e a gente tem que evitar sempre que puder. Neste item, você pode considerar biscoitos e bolachas, até mesmo aquelas de maizena, refrigerantes e iogurtes.
  • Gelatina: é um produto industrializado rico em açúcar, portanto deve ser evitado. Muita gente pensa que é saudável, mas não é.
  • Farináceos (Mucilon): nunca ofereça. Eles são ricos em açúcar e não agregam nada para a saúde do bebê. Mesmo os sem açúcar têm muitos ingredientes que não ajudam.  
  • Carnes cruas: antes dos 2 anos não ofereça carnes cruas, pois pode causar intoxicação alimentar e contaminação. A carne deve ser oferecida sempre bem passada desde o início da introdução alimentar.
  • Frutos do mar: assim como a carne crua, não devem ser oferecidos antes dos 2 anos, mesmo que bem cozidos. Existe o risco de intoxicação e contaminação.
  • Suco: muitas mamães se enganam e logo que começam a introdução alimentar já começam a oferecer suco para o bebê. Suco não é recomendado para crianças menores de 1 ano. ⠀⠀⠀

O que pode e deve ser oferecido para crianças antes dos 2 anos

Ainda existe muito mito sobre alguns alimentos. Se pode ou não pode oferecer para as crianças menores de 2 anos durante a introdução alimentar. 

Tem muitas mães, avós, tias e vizinhas que dão palpites baseados em crenças antigas, costumes antigos e de uma época bem diferente da nossa.

Confira uma lista dos principais alimentos que muitas pessoas acreditam que não podem ser oferecidos, mas estão liberados sim

  • Ovo: está liberado durante a introdução alimentar. Além de ser gostoso, é fácil de oferecer e uma ótima fonte de proteína, vitaminas e minerais. Existem vários jeitos de oferecer ao seu bebê. Se você tem medo de alguma reação alérgica, saiba que quanto antes oferecer, melhor!
  • Peixe: também está liberado. A recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria é que o peixe faça parte da alimentação do bebê desde os 6 meses! A tilápia e o salmão são ótimas opções.
  • Frutas: todas as frutas estão liberadas desde o início da introdução alimentar. Inclusive maracujá, abacaxi, kiwi, morango, uva e limão. Não importa se a fruta é ácida, se o bebê não tem refluxo pode oferecer sem medo. Lembre-se que o paladar do bebê está sendo formado. É importante ele ter contato com os mais diferentes e diversos sabores que existem.
  • Carne de porco: a proteína é fundamental na alimentação do bebê e a carne de porco está liberada também. Ela tem a mesma orientação da carne vermelha: nunca ofereça crua ou malpassada, mas sempre bem cozida.
  • Verduras: as folhas também estão liberadas desde o início da introdução dos alimentos sólidos. Apenas não é recomendado oferecer folhas cruas, porque é mais difícil para o bebê triturar. Mas é importante que este tipo de alimento faça parte do pratinho do bebê todos os dias. Dê preferência para o preparo das verduras cozidas e refogadas.
  • Temperos: o sal não é recomendado até 1 ano, mas você pode usar temperos naturais, como cebola, alho, salsinha, cebolinha, manjericão, entre outros. 

Veja também: Melhores receitas na introdução alimentar

Alimentos saudáveis para as crianças abaixo de 2 anos

A introdução alimentar tem papel fundamental para esse aprendizado, por isso é imprescindível informação e dedicação para que ela seja feita da forma correta.

Como pais, é nossa responsabilidade ensinar nossos filhos a ter hábitos alimentares saudáveis.  Eles nascem com paladar neutro, como se fosse uma página em branco. Somos nós que “escrevemos” nessa página. Dessa forma, ele vai aprender o que você ensinar. 

Quer aprender a fazer a introdução alimentar corretamente do seu bebê e finalmente conhecer todos os alimentos proibidos e os permitidos? Conheça meu curso online de introdução alimentar, o Nutri Bebê. Com meu acompanhamento e as aulas, você vai ver que é possível passar por essa fase de forma segura e fácil.

Conta com a gente para fazer sempre a mais correta Introdução Alimentar

Espere alguns dias a mais, semanas a mais se for preciso, pois isso faz muita diferença para a aceitação dos novos alimentos. Ao mesmo tempo, tornará esta fase mais leve, prazerosa e saudável, tanto para você como para o seu bebê.

Quer saber mais sobre introdução alimentar, quando e como fazer e dicas para preparar os alimentos?  Conheça o meu Guia da Introdução Alimentar – um guia prático para esta fase tão importante da saúde e desenvolvimento do seu bebê.

Nele você encontra o passo a passo para passar esta fase de forma tranquila, fácil e totalmente saudável.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE