O método BLW de introdução alimentar

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

É comum muitas mães terem dúvidas sobre como fazer uma introdução alimentar saudável que complemente a amamentação ao mesmo tempo que já prepara o bebê para o futuro e ainda fornece nutrientes adequados a um crescimento e desenvolvimento sadio.

Você pode ficar tranquila porque antes de ser nutricionista infantil, eu sou mãe recente e conheço bem todas essas dúvidas e questionamentos.

Por isso decidi fazer este texto com diversas informações sobre um dos métodos mais comentados hoje em dia: o método BLW de introdução alimentar.

Se você nunca ouviu falar deste método, não se preocupe. Aqui você irá aprender tudo sobre ele e sairá bem mais confiante na hora de começar a alimentar o seu pequeno.

Então, segure na minha mão e vamos lá conhecer mais sobre o assunto!

O que é o método BLW?

BLW é uma sigla para a expressão em inglês baby-led weaning, que significa “desmame conduzido pelo bebê”.

Mas calma! Isso não quer dizer que o seu bebê deve parar de ser amamentado de imediato, pelo contrário: a amamentação, seja ela com leite materno ou fórmula infantil, continua sendo a principal fonte de nutrientes até 1 ano, ok?

O método BLW é um tipo de introdução alimentar que consiste no próprio bebê levar a comida à boca ao invés de você dar a ele através de colherinhas.

Isso quer dizer que nada de papinhas ou purês, mas sim alimentos sólidos cortadinhos e macios o suficiente para que ele consiga comer sozinho.

Como começar o método BLW?

Você está achando estranho o fato de o seu bebê ter que se “alimentar por conta própria”?

Realmente pode parecer algo preocupante em um primeiro momento, mas logo você verá que isso é mais natural do que parece.

Inclusive, muitos bebês vêm fazendo isso ao longo dos anos sem os pais sequer saberem da existência do método BLW.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) diz que os bebês de até 6 meses devem se alimentar exclusivamente com leite materno graças a todos os nutrientes que ele possui, que suprem todas as necessidades do bebê nesse período.

Depois dos 6 meses é que você pode começar a introdução alimentar com uma boa variedade de alimentos (lembrando que existem alguns alimentos que o bebê não pode comer antes de 1 ano).

Mesmo assim, essa comida sólida servirá – num primeiro momento – de complemento para o seu leite, tudo bem?

Para o método BLW, o ideal é que ele seja iniciado quando o bebê já conseguir se sentar sozinho e ter movimentos mais controlados com suas mãozinhas.

Não preciso te dizer que o bebê nunca deve ser deixado sozinho enquanto come, certo?

O momento perfeito para iniciar esse método é quando a família toda estiver em refeição. Isso porque o bebê pode observar os adultos levando a comida à boca e também porque a rotina de refeições principais em família é sempre algo saudável, tanto física quanto mentalmente.

Quais alimentos posso dar ao meu bebê?

Com relação à introdução alimentar saudável de forma geral, existem diversos alimentos permitidos ao bebê acima de 6 meses.

No entanto, como estou falando do método BLW, essa lista pode mudar um pouco, pois a prioridade aqui é o tipo de alimento fácil de segurar (afinal, seu bebê ainda segura tudo com a mão inteira e não sabe utilizar os movimentos do polegar e indicador a seu favor, o que chamamos de pinça).

Vale lembrar também que todos os alimentos que iremos mencionar abaixo devem ser amolecidos ou cozidos, para que o bebê não tenha dificuldade em mastigar e engolir.

Outro ponto é que eu não estou listando todos os alimentos possíveis. Para saber mais sobre essa lista, é bom procurar uma nutricionista infantil! Aqui vão alguns exemplos:

  • Cenourinha, batata, abobrinha, inhame, chuchu, brócolis, mandioquinha;
  • Pêra, banana, melão e mamão bem cortadinhos;
  • Ovo cozido;
  • Carne ou frango em pedacinhos macios;

Sobre a quantidade ideal para cada refeição (almoço e jantar), o pratinho deve conter um alimento de cada grupo alimentar: proteínas, carboidratos, leguminosas, verduras e legumes.

Se ele não comer tudo, não fique chateada – isso é bem normal. Outra coisa normal é ele apenas cheirar, chupar ou brincar com a comida.

Não brigue ou tire os alimentos caso isso aconteça, pois é algo muito bom para o aprendizado do seu filho.

É experimentando e tocando com as próprias mãos que ele conhece os alimentos, os diferentes sabores e texturas. Além disso, tenho certeza de que você também achará tudo muito fofo.

Não esqueça que a introdução alimentar é uma fase de aprendizado, o mais importante é ensinar hábitos alimentares saudáveis para o seu bebê que ele levará ao longo da vida. A principal fonte de nutrientes continua sendo o leite.

Quando seu filho já estiver se alimentando bem com comidas sólidas, pode ir se preparando para que a frequência da amamentação seja reduzida. Afinal, com o passar do tempo, ele necessitará de outros nutrientes e já terá um paladar mais aguçado.

O paladar do seu bebê é uma página em branco e é você, mãe, quem irá escrever. Desenvolva hábitos alimentares saudáveis no seu filho desde os primeiros contatos com os alimentos.

Se você tentar o método com esses alimentos e outros, mas o bebê ainda não quiser comer, não precisa se apavorar. Antes de tudo, descubra o porquê de o seu filho não querer comer e depois veja o que você pode fazer para resolver essa situação.

Quais são as vantagens do método BLW?

Bom, agora que você já sabe o que é, como começar e como fazer, pode ainda estar se perguntando: “mas por que eu deveria usar o método BLW?”.

Para te responder de forma completa, eu preparei uma lista com as principais vantagens que o BLW proporciona para o seu filhote (e consequentemente para você). Dê uma olhada abaixo:

Aprendizado sobre a comida

Você sabia que, apesar de serem práticas, as papinhas prejudicam muito o paladar da criança?

Isso porque geralmente essas que são compradas no supermercado vêm com diversos alimentos misturados de uma vez, o que impossibilita o bebê de identificar e reconhecer qual é qual. Tem um sabor único de… papinha.

Com o método BLW, seu bebê consegue compreender o cheiro, a textura, a aparência e o sabor de cada um dos alimentos que você colocar para ele.

Além de aprender e pegar gosto pela alimentação saudável, isso também faz com que ele (e você) já saibam das comidas que ele mais gosta ou não.

Apetite controlado

As chances de seu filho comer em excesso e acabar sofrendo com doenças relacionadas ao sobrepeso ou obesidade podem diminuir muito com uma introdução alimentar correta, em especial com o método BLW.

Afinal, ele passa a se adequar à rotina de uma alimentação controlada, nutritiva e saudável a cada refeição.

Desse modo, desde pequeno, já entende a variedade e o bom gosto desses alimentos super benéficos à saúde, tanto infantil quanto adulta.

Rotina familiar

Já que normalmente o BLW ocorre durante as refeições em família, o bebê adquire essa rotina, observa as pessoas ao seu redor e com isso consegue desenvolver melhor suas habilidades sociais e comunicativas.

Isso também serve como incentivo para que as famílias façam as refeições principais juntas na mesa ao invés de na frente da televisão ou fazendo outra atividade. Esse momento unido é importante para todos os envolvidos.

Melhor destreza

Pode ter certeza de que o bebê desenvolve muito a coordenação motora com o BLW. Isso faz com que ele tenha muito mais facilidade na hora de desenhar e escrever quando estiver maiorzinho.

Além disso, a mastigação dos alimentos sólidos também ajuda a desenvolver os músculos do rosto que irão ajudar no período em que ele começar a falar.

Relação saudável com a alimentação

A incidência de obesidade infantil é crescente e preocupante.

Permitir que seu filho decida quando está com fome e quando está satisfeito irá moldar seu próprio senso de controle do apetite.

Além de aprender sobre seus próprios desejos de fome e saciedade, a auto alimentação também desenvolve a independência e confiança do bebê.

Sensação de segurança

Sabe quando o bebê está naquela fase de colocar tudo na boca? Isso pode ser fonte de constante preocupação, afinal, é realmente perigoso.

O BLW ajuda a aliviar o estresse nesse quesito porque ele dá ao bebê a noção do que ele pode ou não colocar na boca.

Isso porque na hora de comer ele pega, brinca e experimenta a comida, o que faz com que ele se familiarize com aquele aspecto mais macio, a temperatura e o cheiro forte, traços que ele pode perceber não haver em outros objetos pela casa, evitando assim que sinta a necessidade de levá-los à boca.

De qualquer forma, evite deixar itens pequenos em locais baixos e fique sempre de olho no seu pequeno, pois nessa idade os bebês parecem atrair confusão.

Por fim, o bebê começa a saber o quanto de comida ele pode colocar na boca sem engasgar e como ele pode melhor mastigar alguns tipos de alimentos ou quais ele pode movimentar melhor com a língua.

Viu? São vantagens a curto, médio e longo prazo.

Quais são as desvantagens do método BLW?

Como tudo na vida, o método BLW também possui algumas desvantagens.

Mesmo que elas sejam em menor número do que as vantagens, é melhor deixar claro quais são elas para que você não tenha muitas surpresas depois, certo?

Então confira a seguir:

Bagunça e desperdício

Obviamente, um bebê é diferente um do outro, não é? A minha filha é bem diferente do seu filho e vice-versa!

Contudo, posso te dizer que uma coisa eles têm em comum: fazem muita bagunça!

Se tem uma coisa que bebês sabem fazer bem é bagunça, principalmente no que diz respeito à comida.

Como no BLW existe muita experimentação e contato com coisas novas, é comum que o bebê bata os alimentos para lá para cá, jogue-os na mesinha, no chão, em você.

Enfim, é bem capaz de que depois da refeição o ambiente ao redor dele esteja todo sujo, assim como ele mesmo (o babador vai parecer enfeite).

Outra coisa que vem junto com a bagunça é o desperdício de comida. Afinal, principalmente no início, a maior parte do alimento não vai para a boca do bebê (pelo menos não na parte de dentro!).

Para lidar com isso, é preciso ter muita paciência e calma. Não adianta se estressar porque o bebê não vai entender seu nervosismo.

Você pode ir variando os alimentos, colocando quantidades menores para adequar às necessidades daquela fase da introdução alimentar do seu bebê.

Sua confiança

O BLW requer uma abordagem um pouco zen dos pais.

Não se desespere com dúvidas do tipo:

“E se ele não estiver ingerindo nada disso?”

“Por que ele está comendo apenas alimentos vermelhos esta semana?”

“Mas ele gostou tanto de abacate ontem…”

Tenha fé e confiança que o BLW funciona! Pense nos hábitos alimentares a longo prazo e não no dia a dia.

Sua confiança de mãe será testada. Confie no método e será recompensada com um filho saudável e feliz.

Como evitar que meu bebê engasgue?

Essa é uma das maiores preocupações com relação ao método BLW.

A verdade é que o bebê pode engasgar com qualquer tipo de substância, até o próprio leite. Inclusive a incidência de engasgo é maior que líquidos do que com sólidos. Por isso, é necessário prestar atenção na posição em que ele está comendo.

Ele deve ficar sentado, não recostado ou deitado. Além disso, você não pode acostumá-lo a ter refeições em frente à TV, enquanto brinca com alguma coisa ou faz alguma atividade que o possa distrair.

Ele precisa ter o foco total naqueles alimentos na frente dele. Se for para brincar, brinque com os alimentos.

Evite pedaços muito pequenos que possam passar direto e acabar ficando presos na garganta do seu bebê.

Também se lembre das dicas com relação ao cozimento dos alimentos, pois comidas mais duras também podem colaborar para que ele acabe se engasgando.

E aí, o que achou do método BLW de introdução alimentar?

Ficou com vontade de tentar?

Acha que você e seu bebê estão prontos?

Se ainda ficou com alguma dúvida deixa aqui nos comentários que eu explico pra você.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

3 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE