Receita: como fazer Papinha de Beterraba na introdução alimentar

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

Nós sabemos que a beterraba é um excelente alimento não só para as crianças, mas para os adultos também com muitos benefícios, vitaminas e nutrientes. Porém você precisa saber como oferecê-la ao bebê na fase de introdução alimentar.

A papinha de beterraba só é indicada se for feita apenas com esse legume amassado com um garfo. Mais nada. Eu vou explicar melhor para você entender. Guia na introdução alimentar

O bebê poder comer beterraba com seis meses, assim que se inicia a introdução alimentar. Essa é uma fase de aprendizado e de adaptação para o bebê. Um período de transição do leite materno para os alimentos sólidos, no qual ele vai aprender a comer e conhecer os alimentos.

Para isso, para o bebê conhecer da melhor forma os alimentos eles devem ser oferecidos individualmente, ou seja, sem misturar dois ou mais alimentos. Dessa forma, ele consegue identificar o sabor, o cheiro, a cor e a textura da beterraba.

Por que não oferecer papinhas

Papinhas industrializadas, mesmo as caseiras, batidas no liquidificador ou peneiradas, não são recomendadas nesta fase de introdução alimentar. Como esse período serve para o bebê conhecer os alimentos, se você fazer uma papinha ou misturar com outros legumes, ele não vai saber o real gosto do que está comendo. Horários das refeições na introdução alimentar

Assim, é fundamental que você ofereça os alimentos nessa fase todos separados para que ela conheça de verdade cada alimento. Quando você faz uma papinha e mistura todos os alimentos, a comida fica com um gosto só, o de papinha e a mesma textura.

No futuro, quando você oferecer a beterraba sozinha para a criança, ela vai recusar e dizer que nunca comeu aquilo, que não gosta e que não quer comer. Na verdade, ela comia, mas como estava tudo misturado, ela não sabia o que naquela comidinha tinha a beterraba.

Dessa forma, dê sempre preferência para os alimentos em pedaços ou amassado individualmente para que o bebê realmente conheça cada um dos alimentos, cada textura, cada cheiro e cada sabor.

Como oferecer a beterraba

Até 1 ano de idade, não tem erro: a beterraba deve ser oferecida amassada ou em pedaços, depende do método de introdução que você vai usar com o seu bebê. No método tradicional a gente oferece os alimentos amassados com um garfo. Então basta cozinhar a beterraba e amassar. Guia alimentar de frutas: mitos e verdades

Caso a introdução alimentar do seu bebê esteja sendo feito pelo método BLW – desmame guiado pelo bebê, basta oferecer me pedaços. 

Neste método a criança se alimenta sozinha, com as próprias mãos, e os alimentos devem estar em pedaços com cortes adequados para oferecer com toda segurança e sem nenhum perigo de engasgo.

No BLW, também basta cozinhar a beterraba e usar o corte adequado, longitudinal para que o bebê tenha espaço para segurar o legume e mordê-lo também. Meu filho rejeita os alimentos: seletividade alimentar

Independente de qual método você usar, nos dois casos é importante adequando a textura o modo de oferecer, isso quer dizer que precisa evoluir a textura. Com o tempo, vá amassando cada vez menos. 

Os cortes do BLW com o tempo podem ser menores, já que a criança vai se desenvolvendo e logo consegue fazer o movimento de pinça com a mão para pegar os alimentos e colocar na boca.

Importante ressaltar que nessa fase, não é necessário usar sal na comidinha do bebê. Sal somente depois de 1 ano. Antes disso, use temperos naturais, como cebola, alho, salsinha, manjericão, entre outros.

Depois de 1 ano também podem ser feitas receitas com dois alimentos ou mais, como tortas e suflês. Nessa idade, a criança já pode e deve comer a mesma comida que a família, tudo igual, do mesmo jeito, sem amassar.

Benefícios da beterraba

A beterraba é um ótimo alimento para o bebê. Ela é um antioxidante natural e isso reforça o sistema imunológico da criança reduzindo o risco de infecções. Além disso, ela é fonte de vitamina A, que importantíssima para a visão.  Método BLW de introdução alimentar: passo a passo

E não para por aí não seus benefícios, ela é rica em pectina, que ajuda no funcionamento do intestino e no controle do colesterol. Outra vitamina importante que a beterraba contém é do complexo B, que é muito importante para o desenvolvimento saudável de toda criança.

Uma dica para estimular a criança a comer beterraba e outros legumes saudáveis é utilizar cortadores especiais, variando a forma de apresentar. Existem cortadores na forma de estrela e coração, por exemplo, e isso pode chamar atenção da criança para que ela aceite o novo alimento.

Lembre-se que a criança nessa fase de introdução alimentar não precisa comer muito em quantidade, mas sim ser exposta em relação a qualidade. Isso significa conhecer os alimentos e aprender a comer. É nesse período que ela vai formar o paladar e construir seus hábitos alimentares.

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE