Como fazer a Introdução dos Alimentos (Crianças de 6 meses a 2 anos)

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

De 6 meses a 2 anos as crianças passam pelo período da introdução alimentar e muitas dúvidas surgem sobre como fazer a introdução dos alimentos sólidos. O bebê começa a desmamar, ou seja, o bebê para de se alimentar exclusivamente de leite materno ou fórmula infantil e passa a consumir alimentos sólidos.

Primeiramente, você deve saber que a introdução alimentar é uma fase fundamental para o bebê. Assim como ele precisa aprender a andar e a falar, ele também tem que aprender a comer.

Essa educação nutricional é muito importante e de responsabilidade dos pais. Nestes primeiros anos de vida, até os dois anos, a criança está formando o paladar. 

Ela nasce com paladar neutro, como uma página em branco, e conforme você vai apresentando os alimentos, ele vai formando.

Dessa forma, quando for oferecer algum alimento, lembre-se sempre que o paladar da criança não é igual o seu, que já está formado. A fase de introdução alimentar é exatamente para ela aprender e se adaptar aos diferentes sabores as diferentes texturas.

Como fazer a introdução

Como fazer a introdução alimentar em bebês

A introdução dos alimentos sólidos deve ser feita por volta dos 6 meses, quando a criança mostra os sinais de prontidão: já fica sentada, com a cabeça firme e sabe levar os alimentos à boca. 

No início os alimentos devem ser oferecidos individualmente para o bebê ter contato e conhecer cada cheiro, sabor e textura. Eles devem estar sempre amassados, nunca peneirados ou batidos.  

Se você fizer a introdução através do método BLW, pode apresentar os alimentos com o corte adequado. Ofereça pedaços com corte de comprido para ficar mais fácil para a criança segurar e conforme ela for aprendendo, pode deixar menor que ela vai pegar com o movimento de pinça, que é com polegar e indicador.

De 6 meses a 1 ano, os alimentos devem ser oferecidos separados e com o tempo ir amassando cada vez menos. É muito importante ter pedacinhos, para estimular a mastigação do bebê.

Após 1 ano, a criança já teve contato com a maioria dos alimentos e pode comê-los preparados de outras formas e com outros ingredientes.

Veja também: Como iniciar a introdução alimentar

O que oferecer

A introdução alimentar é uma fase de aprendizado na qual o bebê deve ter contato com ao maior número possível de alimentos, de 6 meses a 2 anos. 

Ele pode comer todas as frutas, verduras e legumes. Prepare apenas cozidos, refogados ou assados. A criança também pode comer arroz, feijão, carnes de porco, de peixe, de frango e vermelha, ovo e leguminosas.

Alimentos industrializados não devem ser oferecidos antes dos 2 anos. Esses produtos contem muito açúcar e gorduras e podem prejudicar a aceitação de alimentos mais saudáveis.  Não se esqueça que você está formando o paladar do bebê.

Deixe seu filho longe de açúcar, gelatina, biscoitos, bolachas, farináceos, sucos e iogurtes, pois eles atrapalham o aprendizado.

Outros alimentos, como mel, sal e frutos do mar também só são indicados para depois de 2 anos.

Aceitação do bebê

bebe comendo cenoura na introdução alimentar

Muitas crianças não aceitam de primeira os novos alimentos e isso é normal.
No começo eles estão aprendendo a comer e conhecendo os alimentos. 

Será uma fase de aprendizado e se ele não comer, tudo bem! Não fique aflita e deixe a criança à vontade. Ofereça, mostre as variedades e não se preocupe com quantidade, ao longo do tempo ele aprende e, se tiver fome, ele vai pedir.

É fundamental que você não desista. Se ele não comer hoje, ofereça no outro dia. Não é porque ele recusa um alimento hoje que ele não gosta. Tente novamente na semana que vem ou de um modo diferente.

Colocar o alimento para fora também é normal, porque muitos ainda não sabem fazer o movimento da língua para colocar o alimento para dentro e isso aprendem na prática comendo.

Mitos e verdades

Ainda hoje muitas mães acreditam que não podem oferecer alguns tipos de alimentos ao bebê, como o ovo, morango e kiwi, pois pode desencadear uma alergia.

Na verdade, é recomendado oferecer o ovo, por exemplo, o quanto antes. Você pode estar retardando um problema que nem vai acontecer. A possibilidade de uma criança saudável, sem histórico de alergias, ter alergia ao ovo, é mínima. 

Quanto ao morango e kiwi, eles também podem ser oferecidos a partir dos 6 meses. Assim como o abacaxi e laranja, que não precisa ser somente a lima, pode ser qualquer tipo.

Lembre-se que a introdução alimentar vai ser a fase em que o seu filho vai conhecer os alimentos. Logo, a apresentação deles deve ser feita da maneira correta, porque o que ele aprender agora, é o que ele vai levar para a vida. E só ensinando uma boa educação alimentar você poderá garantir que ele tenha bons hábitos alimentares e saúde para crescer forte. 

Se você vai começar a introdução alimentar ou já está se preparando para essa fase, busque informação e invista na formação adequada do paladar do seu filho.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE