Método BLW de introdução alimentar: passo a passo para bebês

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

Existem três métodos de introdução alimentar saudável e um deles é o BLW.  Ele consiste em deixar o bebê comer sozinho, com as próprias mãos.

Os outros métodos são:

  • Método Tradicional: você que dá a comida na boca do seu filho. Dependendo do alimento, pode amassar bem com um garfo (batata, feijão, berinjela etc.) ou cortar bem pequeno (carninha, espinafre etc.), mas nunca batido no liquidificador nem peneirado.
  • Método Participativo: neste caso, você deixa o bebê comer por conta própria, mas interfere quando for necessário, podendo encorajar e facilitar a refeição. Os alimentos podem ser em pedaços ou amassados. É basicamente a mistura do tradicional com o BLW.

Veja também: Tudo sobre o Método BLW

BLW: guiado pelo bebê

O BLW se tornou popular no Brasil em 2018. Ele significa Baby-Led Weaning, ou “desmame guiado pelo bebê”, em português. 

Ele é bem diferente do tradicional, pois nele é o próprio bebê que pega a comida e leva à boca sozinho. Os alimentos devem ser oferecidos em pedaços para o bebê pegar e morder. 

O bebê se alimenta com as próprias mãos através da oferta de alimentos em formatos e texturas adequadas. É só fazer o corte correto, no comprimento dos alimentos, e deixar o bebê conduzir o processo comendo sozinho. 

No início, você deve cortar pedaços maiores e com tempo, quando a criança conseguir fazer o movimento da pinça (pegar com os dedos indicador e polegar), ir diminuindo os pedaços. 

Os cortes devem ter um tamanho suficiente para que o bebê consiga segurar com a mãozinha e morder. Outra dica que facilita, por exemplo, a oferta da banana é tirar a casca apenas da metade da fruta. Assim ele pode segurar com mais firmeza na parte que tem a casca.

Assim como nos outros métodos, você deve começar a introdução pelo BLW quando o bebê conseguir ficar sentado sozinho, com a cabeça bem firme e levar os alimentos à boca com as mãos. 

O brócolis e a couve flor são alimentos fáceis de oferecer neste método e mesmo que o bebê faça a pinça, não precisa cortar menor, pode oferecer o raminho. Outros alimentos fáceis de oferecer são palitos de legumes, como de cenoura e abóbora. É importante serem finos e compridos.  Nas frutas, corte pedaços compridos de pera ou melão, que são fáceis de comer. 

Qualquer alimento pode ser oferecido no BLW. O arroz e o feijão, por exemplo, você pode deixá-los mais molinhos e fazer um bolinho.

Veja também: Tudo sobre introdução alimentar

Pontos positivos do BLW

O contato com os alimentos e as diferentes texturas neste método promove a autonomia e a coordenação motora do bebê. Cada criança deve ter o seu desenvolvimento, ritmo e autonomia respeitados, por isso não compare seu filho com outras crianças.

Outro ponto positivo do BLW é que a criança come o quanto ela quer. Se ela estiver comendo focada 100% na comida, ela sabe a quantidade que é suficiente. A mãe deve se preocupar apenas com a qualidade e deixar o seu bebê decidir quando está satisfeito.  Quando ele não quiser mais, ele simplesmente não vai pegar e não vai colocar mais na boca.

Segurança e confiança

⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Algumas mães ainda tem um pouco de medo do BLW. Isso é normal, porque elas têm medo de a criança engasgar comendo sozinha os alimentos cortados em fatias.

Mesmo assim, se você viu como funciona o método e resolveu que quer fazer a introdução do seu bebê com o BLW, precisa deixar o medo de lado.

Você deve estar completamente segura e confiante de que esse é o melhor para o seu bebê. Isso porque ele sente o que você está sentindo também. Dessa forma, se você for tentar o BLW com medo e insegura, o bebê vai sentir e não vai se alimentar direito. Não vai valer a pena. 

Você tem que estar segura e passar essa tranquilidade e segurança de que ele pode comer e que vai dar tudo certo.

Não adianta você achar o BLW lindo, pois desenvolve a autonomia da criança, se você não tiver confiança e segurança para fazer isso na sua casa.  Sentir-se segura é fundamental e fará toda a diferença nessa fase.

Logo, com conhecimento, você pode fazer tranquilamente. Afinal, a introdução alimentar deve ser tranquila e segura.

Qual o melhor método

Não existe método certo ou errado, ou o melhor, todos funcionam. Use o que for mais confortável para você e seu filho!

Pode ser que ele não aceite da primeira vez, pode ser que ele coma pouco ou nada o novo alimento, mas é imprescindível que ele passe pela introdução para aprender. 

A variedade e a qualidade dos alimentos são fundamentais, assim como a confiança e segurança que você deve transmitir ao bebê durante essa fase.

 E não se preocupe, com informação e conhecimento você vai aprender mais sobre o BLW e ver se vale a pena ou não para o seu bebê.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Introdução alimentar

Receita de Papinha de Ameixa para Bebê

A ameixa é um ótimo alimento para oferecer ao seu bebê. Além de ser super saudável, ela ainda tem poder laxante para auxiliar na prisão

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE