Horários na Introdução Alimentar: Como organizar a rotina da alimentação do seu bebê?

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

Organização da rotina alimentar do bebê

Estabelecer horários na Introdução Alimentar pode dar um pouco de trabalho no começo.

Mas todas nós concordamos que é muito importante organizar a  rotina do seu bebê, não é mesmo?

Algumas mamães e cuidadoras realmente enfrentam algumas dificuldades em relação a isso, afinal são muitas tarefas no dia-a-dia.

Cá para nós, a maternidade é uma relação intensa de amor e ódio com o relógio, concorda?

Quando conseguimos nos adaptar aos horários, alguma coisa muda e aí já era! Começamos tudo do zero e a rotina fica toda bagunçada de novo.


Por outro lado, quando você consegue organizar a rotina pode até ter um tempinho livre, e isso é algo muito precioso quando se tem um bebê em casa.


Eu quero dividir um pouco com você da minha experiência com a minha bebê, e tirar algumas dúvidas sobre como organizar os horários na Introdução Alimentar e em diferentes fases do seu filho.

Vamos lá?

Primeiro, organizando as mamadas!

É preciso um horário certo para amamentar?

Antes de dar à luz você já deve ter sentido uma certa mudança na rotina, mas é quando o bebê nasce que vemos o quanto a nossa vida mudou.

No começo pode ser difícil organizar tudo, então vá aos poucos ok?!

Até 1 ano de idade o leite materno pode ser oferecido em livre demanda e é a principal fonte de micronutrientes do bebê.

Mas, até 6 meses é o único alimento que o bebê deve ingerir. Claro que isso aumenta ainda mais a dependência do bebê pela mãe.

Sempre que o bebê quiser você pode oferecer as mamadas, mas em geral podemos dizer que de 3 em 3 horas é um tempo razoável para oferecer o peito para a criança.

Ainda mais no começo que você ainda está se adaptando e pode ficar com dúvidas se ele está mesmo com fome. No entanto não se prenda a isso.

Uma coisa que é muito importante na fase da alimentação é respeitar o desejo da criança. “Ah mas eu sou a mãe, eu que sei”!

É verdade, em muitas situações você precisará ter pulso firme e assumir o controle, mas em relação à alimentação quem sabe se está com fome ou não é o bebê e não você.

O que estou dizendo é que cada criança tem seu ritmo, com o passar do tempo você verá que o próprio bebê vai se acostumar a mamar em determinado horário.

Seguindo esse princípio você verá que a amamentação será bem mais tranquila. Não tem muito o que organizar em relação a isso.

Eu sei que essa fase é bem complicada para nós.

É uma Mistura de sensações:

  • Insegurança;
  • Cansaço;
  • Sono acumulado;
  • Emoções à flor da pele;
  • Preocupação em dar o melhor de si;
  • Falta de informação;
  • Excesso de informações; (mais vezes do que imaginamos).

Junta tudo isso, qual é o resultado? Ficamos perdidas.

Além disso, por mais que você tenha pessoas para te ajudar tem coisas que é só com você mesma, amamentar é uma delas.

Se você já passou por esta fase, ótimo. Se você ainda vai passar ou está passando exatamente neste momento fique tranquila que vai dar tudo certo.

Basta buscar informação no lugar certo e tomar algumas precauções, veja algumas dicas:

Certifique-se que a mama esvaziou!

Quando começar uma mamada, ofereça ao bebê sempre que possível o último seio da mamada anterior. Por que Camila?

Porque quando a mama está cheia o primeiro leite que o bebê suga é mais diluído, é importante que o bebê mame até chegar no leite posterior, o leitinho que vem depois.

Isso ajuda bastante  no desenvolvimento do bebê, porque este leite é rico em gorduras necessárias para a criança nesta etapa.

Beba muita água.

O seu corpo vai precisar de muita água para produzir o leite e te manter hidratada. Beba bastante água, de 2 a 4 litros por dia.

Não se preocupe com mais nada!

Existem muitos mitos a respeito de amamentação. Não vá na onda da crença popular e não dê ouvidos aos famosos “pitacos” de pessoas que, apesar da boa intenção, na maioria das vezes estão equivocadas.

A única maneira de aumentar a produção do leite é estimular através da própria sucção. Ou seja, dar o mamá e esperar a natureza fazer o restante, simples assim.

No mais, não existe leite fraco, não precisa de cerveja preta nem canjica pra aumentar o leite, nem nada disso.

Se você quiser saber tudo sobre amamentação leia este outro artigo completo que eu escrevi falando apenas sobre isso.

Eu quis falar aqui sobre amamentação porque também faz parte da alimentação do bebê e muitas mamães têm dúvidas a respeito de horários nesta fase também.

Então, concluindo, não precisa ter um horário certo para amamentar o seu bebê. Sempre que ele quiser pode dar o leitinho.

Livre demanda de leite materno, ok?

Se por algum motivo você não pode amamentar e vai optar pela fórmula infantil, tente estabelecer horários flexíveis.

Perto dos seis meses a rotina já estará praticamente estabelecida.

Passada esta fase, vem a Introdução Alimentar. Vamos ver como fica?

Como fica a organização dos horários na Introdução Alimentar?

Como manter a alimentação do Bebê em ordem?

Falar de horários na Introdução Alimentar é tocar na ferida de toda mãe.

Afinal rotina serve antes de tudo para nos organizarmos, termos mais tempo.

Quando finalmente nos acostumamos com os horários de cada coisa, vem a Introdução Alimentar para mudar tudo.

É normal que a Introdução Alimentar dê uma bagunçada na sua rotina. Além disso sempre tem a insegurança e a dúvida para nos deixar mais aflitas ainda.

Aquela incerteza, “será que coloco a frutinha e tiro a mamada?”; “mas ela come tão pouquinho, como eu vou tirar a mamada?”.

Isso é normal. Aqui em casa não foi diferente.

Eu vou reforçar que para você ficar mais tranquila nesta etapa é importante se informar a respeito do tema.

Vou deixar o link aqui de um artigo completo sobre Introdução Alimentar que eu escrevi, lá você encontrará mais detalhes sobre isso.

Em relação aos horários na Introdução Alimentar é bom tentar mantê-los organizados tanto para o bebê quanto para você.

O organismo das crianças se acostuma a sentir fome em determinado horário, a organização permite que você aproveite bem o momento para dedicar tempo a alimentação do seu bebê.

A hora da comidinha também influencia diretamente nas outras atividades da criança: dormir, brincar etc.

Mas eu acredito que o grande desafio está nos primeiros dias em que a novidade passa a valer.

Então eu vou te contar um pouquinho da minha experiência com a minha filha, ok?

Começando a Introdução Alimentar!

iniciando a Introdução alimentar

A primeira coisa que você acrescenta é a frutinha e fica a dúvida, deixo a mamada ou tiro?

Eu comecei a Introdução Alimentar da Júlia 1 semana antes dela completar 6 meses.

Comecei a dar a frutinha na parte da manhã e mantive a mamada. Tudo normal.

Esperei a adaptação dela e depois de 1 semana eu acrescentei o almoço. A partir daí eu tirei a mamada do almoço.

As demais mamadas ficaram exatamente como eram.

Ficamos assim então:

  • Mamada quando acordava;
  • Frutinha no meio da manhã;
  • Almoço;
  • Mamada da tarde
  • Mamada da noite
  • Mamada antes de dormir

Isso em intervalos de tempo de 3 a 4 horas. Ficamos assim durante 1 mês.

Acrescentando o Jantar!

Depois desse mês de adaptação mudamos novamente a rotina e os horários da Introdução Alimentar.

Acrescentei mais uma frutinha à tarde e o jantar. E substituí as respectivas mamadas.

Nesta fase a Julia já tinha 7 meses e essa é a rotina que seguimos até hoje:

  • Mamada quando acorda;
  • Frutinha no meio da manhã;
  • Almoço;
  • Frutinha da tarde;
  • Jantar;
  • Mamada antes de dormir;

Os horários na Introdução Alimentar me ajudam a ensinar a Juju sobre os alimentos, deixar ela curtir o momento da comidinha.

Com ela deu certo tirar as mamadas desde o começo mas alguns bebês continuam mamando durante o dia, mesmo com a Introdução Alimentar.

Se quiser dar a mamada junto com frutinha, principalmente no começo, tudo bem.

Vá tirando aos poucos, não tem problema.

Para se sair bem na IA você precisa aprender a observar bastante o seu bebê e os hábitos alimentares dele, cada criança tem seu ritmo.

Amamentação e Introdução Alimentar.

Até 1 ano de idade o leite é a principal fonte de micronutrientes para o seu bebê, ou seja, o principal alimento.

A criança ainda estará aprendendo a se alimentar, então você pode ficar tranquila se de vez em quando ele não quiser comer, ou se no começo demorar para se adaptar.

Com relação às mamadas, se o seu bebê mama leite materno a livre demanda continua valendo, sempre que ele quiser você pode oferecer.

Mas é natural que o próprio bebê vá perdendo aos poucos o interesse, ou mame só nos horários estabelecidos.

Afinal agora ele come comida sólida e o estômago dele ainda é pequeno, não cabe tanta coisa assim.

Ele estará bem alimentado, pode ter certeza.

Mas se ele se alimenta de fórmula infantil o recomendado é que siga os horários estabelecidos mesmo.

Outra dica importante é não substituir uma refeição por uma mamada.

Se a criança não quis comer no almoço, por exemplo,  não dê o leitinho nesse horário ou outra coisa no lugar, senão ela vai entender que não precisa comer.

E não é isso o que queremos. Espere até a próxima refeição.

Vou deixar um exemplo de horários na introdução alimentar aqui embaixo (com os horários rs).

  • 6h mamada matinal;
  • 9h frutinha (mamada opcional);
  • 12h almoço;
  • 15h frutinha da tarde (mamada opcional);
  • 18h jantar ;
  • 21h ceia (mamada antes de dormir);
  • Algumas perguntas frequentes:

Posso substituir uma mamada por suco?

O suco não é recomendado para crianças com menos de 1 ano. Muito menos para substituir a mamada.

Pode até ocupar um espaço no estômago do bebê mas ao contrário do que muitos pensam o suco tem uma dose elevada de açúcares, e uma vez que a fruta foi processada ela perde fibras importantes.

Sempre prefira dar a fruta inteira, amassada ou em pedaço, pois é muito mais saudável e ainda estimula o bebê a mastigar e conhecer o real sabor do alimento, isso é importantíssimo para seu desenvolvimento.

Chegou a hora da comidinha e o bebê está dormindo, acordo ele?

Dificilmente seu bebê vai continuar dormindo se estiver com fome.

Mas se acontecer de passar da hora de acordar você pode deixar ele dormir, não tem problema atrasar os horários.

Geralmente a própria criança vai se acostumando a acordar e sentir fome no mesmo horário.

O importante é a criança ter todas as refeições e as mamadas por dia, e claro que ter os horários estabelecidos ajuda você a se organizar.

Mas não é todo dia que vamos conseguir seguir à risca. Não tem problema algum nisso.

E se meu bebê não quiser comer?

E se o bebê não come?

Se o seu bebê não quiser comer apenas não o force. Lembre-se que ele ainda mama, a nutrição dele está garantida.

Não precisa ficar tentando toda hora também, espere até a próxima refeição e ofereça novamente o alimento.

Se o que ele não quis foi um alimento específico não desista, ofereça em outra oportunidade.

Não esqueça que o paladar da criança está sendo definido por você neste momento, o mais importante de tudo é oferecer variedade de alimentos saudáveis.

Conclusão

Nós vimos neste artigo um pouco sobre os horários na Introdução Alimentar.

Tiramos a dúvida sobre horários na amamentação também e vimos que os bebês até 1 ano têm liberdade para praticar a livre demanda do leite materno.

Na Introdução Alimentar o mais importante é você ser observadora para entender o seu bebê.

Eu dividi um pouquinho da minha rotina com a Juju durante a IA, mas com o seu bebê pode acontecer diferente, e está tudo bem.

Eu sei o quanto essa fase pode ser confusa, por isso sempre faço questão de tentar deixar as mamães que me acompanham mais tranquilas.

Com o tempo a própria criança vai entrando na rotina e de repente, se tudo der certo, sobra até um tempinho pra você.




Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

40 respostas

      1. Olá! Adorando suas dicas 🙏🏻💕
        Só tenho uma dúvida.. minha filha dorme cedo, por volta das 19h. Ela tem 6m21d.
        Se der almoço, lanche e depois jantar, não vai haver tempo para a mamada antes de dormir (que acho que nessa idade ainda é importante manter) como faço?
        Não dou a fruta a tarde e parto direto para o jantar?
        Obrigada!!

  1. Aí dotoura a senhora mim ajudou com muitas dúvidas que eu tinha ,mais o meu bebê só que mama apresento os alimentos e frutas ele até prova mais não come faz uma cara de que não gostou o que eu faço, tenho uma rotina de horário com ele mais no meio da Semana que trabalho pela manhã ele fica com a babá manda a fruta mais ela não dá prefere da a mamadeira quando estou em casa sempre ofereço mais ele só esperimenta e repuna e só quer o peito o que eu faço ,mim ajude ele está com sete meses .

  2. Adorando suas dicas 🙏🏻💕
    Só tenho uma dúvida.. minha filha dorme cedo, por volta das 19h. Ela tem 6m21d
    Se der almoço, lanche e depois jantar, não vai haver tempo para a mamada antes de dormir (que acho que nessa idade ainda é importante manter) como faço?
    Não dou a fruta a tarde e parto direto para o jantar?
    Obrigada!!

  3. Olá! Tenho uma bebê de 1 ano e 5 meses. Tenho bastante dificuldades em dar para ela o almoço e o jantar. E, principalmente, que ela coma proteínas de origem animal. Ela coloca tudo para fora, mesmo quando acompanhado de outro alimento na colher. Não sei se a textura ou o sabor, mas não consegui com que ela comece até hoje e tenho medo disso levar ela a ter uma anemia. Poderia me informar a respeito de alguma dica para eu oferecer para ela de uma forma que ela se agrade? E se, mesmo amamentando, ela corre um risco alto de ter uma anemia?

  4. Doutora gostei muito desse artigo, muito esclarecedor… comecei a IA, minha bebe nao gosta das frutas, mas adora os legumes…. e recentemente comecei complememtar com formula pra acostumar com a mamadeira, pois em menos de 1 mes volto trabalhar… mas deu diarréia fizemos o exame e o pediatra disse q poderia ser intolerancia a lactose, troquei a formula para a de soja, ela nao quer de jeito nenhum…estou bem perdida em montar um cardapio pra ela. Geralmente so tenho conseguido dar a papinha no almoço q ela come mto bem, e os demais horários so peito. Como poderia fazer??

  5. Dra. Minha bb de 1 ano toda hora fica pedindo Tetê, come muito pouco e eu não sei o que faço, bem na hora das refeições ela fica pedindo pra mamar e chora me puxa a Dra. Poderia me ajudar.

    1. O bebê vai preferir sempre o leite até por ser mais fácil que mastigar, mas não deixe de oferecer a comidinha e não substitua 🙂

  6. Amei as dicas eu estava muito perdida com os horários de refeição pra minha bebê e sempre quis criar uma rotina com ela e esse foi uma ótima dica amei vou praticar com a minha Melissa amei de verdade parabéns e muito obrigada pelas dicas

  7. Olá, tenho um bebê de que acabou de fazer 5 meses e estou voltando a trabalhar. Acha que posso iniciar a introdução de frutas uma vazão dia, no horário que estou ausente, ou melhor complementar com fórmula? Consigo ordenhar o meu leite em média 90ml, mas não é o bastante para ele.

    1. O inicio da introdução alimentar vai depender de cada bebê, não somente de data!! Então veja os sinais que o seu bebe passa se estará pronto ou não para iniciar a IA 🙂

  8. Meu bebê faz 6 meses semana que vem , ainda tá só no leite materno , quero começar a introdução mais tenho que ver esquema de horários pois meu bebê dorme muito tarde ele só dorme depois de 1 da manhã e acorda às 11 hs do dia seguinte mamadas noturnas é claro e uma matinal ele mama dormindo , mais eu teria que ajustar os horário de frutinha matinal e almoço mais tarde pois a minha questão é acordar ele mais cedo sendo que ele é muito ruim pra dormir . Me sinto perdida .

  9. Este artigo tirou muitas dúvidas minhas, pois meu bebê tem cinco meses, e já estou vendo como introduzir outros alimentos, pois ele só mama! Estava muito preocupada, mas agora já sei o que fazer. Muito obrigada.

  10. Boa tarde,

    estou com uma duvida, se minha eu der uma frutinha pra minha bebe as 14:00 hr, logo apos a frutinha posso dar mama ou tem que dar um intervalo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE