Frutas para bebê de 6 meses: as 11 melhores opções

Dra Camila Garcia

Dra Camila Garcia

A partir dos 6 meses o bebê pode comer frutas e você vai ver as 11 melhores opções. Aliás, no meu método de introdução alimentar, eu recomendo começar com as frutas, pois elas geralmente são de fácil aceitação.

Porém, antes de saber quais são as melhores e sair oferecendo, é importante ressaltar que esse período é de aprendizado e adaptação para o bebê. Não adianta a gente querer que ele coma a fruta inteira no primeiro dia ou um pratão de comida porque ele não vai.

Para o bebê aceitar um alimento novo ele precisa sentir confiança. Logo, ele tem que ter segurança de que aquilo é seguro para ele. E quem passa essa segurança? A mãe. Por isso eu falo tanto que as mães precisam buscar informação e saber como fazer a introdução de modo seguro para transmitir isso ao bebê.

E tem mais, não basta oferecer e esperar ele comer tudo. Nesse início, é comum a criança pegar, cheirar, tocar, brincar, jogar, lamber, fazer tudo, até comer de fato o alimento. Isso faz parte do aprendizado dela.

A criança não vai comer de um dia para o outro. Dessa forma, pense que até ontem ela estava só com o leitinho e quando chega a fruta, é tudo uma novidade. É novo cheiro, cor, nova textura e sabor para o paladar dela. 

As melhores opções

Todas as frutas estão liberadas nessa fase, todas mesmo. Existem algumas frutas que são mais práticas e de fácil aceitação, você pode começar por elas. Veja quais são.

  1. banana
  2. abacate
  3. Laranja
  4. pera
  5. mamão
  6. melancia
  7. maça
  8. melão
  9. manga
  10. maracujá
  11. abacaxi

Nessa fase de introdução alimentar é muito importante variar. Ou seja, oferecer a maior variedade possível de frutas para a criança conhecer os diferentes sabores.

Inclusive abacaxi e maracujá. A criança pode comer essas frutas também. A criança nasce com paladar neutro, como uma folha em branco, e somos nós que formamos ele de acordo com o que oferecemos para a criança comer. 

Por isso é indispensável oferecer grande variedade, para ele conhecer também diversos sabores e texturas.

O que é azedo para você, pode não ser para ela. Você tem o seu paladar e o bebê tem o dele. Quanto mais sabores ele conhecer, melhor.

Leia também: 20 Top Dicas Para Iniciar Uma Introdução Alimentar Segura

Não existem frutas proibidas

Como eu disse, não existem restrições sobre as frutas. O bebê pode comer todas, inclusive morango e kiwi. Muitas mães ficam em dúvida se podem ou não as oferecer. Agora você já sabe, pode oferecer sem medo.

O problema dessas frutas é o agrotóxico, mas se você lavar bem, não tem problema. Sempre que possível escolha orgânicas. 

E não precisa tirar sementes. Frutas como morango, kiwi e banana eu nem considero que tem sementes. Até mesmo o maracujá, pode oferecer com semente.

Por outro lado, já aquelas frutas que você tira a semente para você comer, como a melancia, uva e mamão, recomendo que retire antes de oferecer.

Por falar em uva, o melhor jeito de oferecer é cortar no comprimento. Assim, alimentos redondos como a uva ou tomate cereja tem grande risco de engasgo.

Como oferecer as frutas

Você pode oferecer a fruta amassada ou em pedaços. Se for em pedaços, de acordo com o método BLW, você precisa fazer os cortes adequados e seguros para não ter perigo de o bebê engasgar.

Eu recomendo começar a introdução alimentar pela fruta no lanche da manhã. Entre uma mamada e outra. É importante que o bebê não esteja com a barriguinha cheia nem vazia para ele aceitar melhor. 

Não tenha grandes expectativas de que ele vai comer tudo o que você der, que vai repetir e limpar o prato. Equilibre as suas expectativas.

A importância da fruta

É na introdução alimentar que a gente ensina o bebê a comer e forma seus hábitos alimentares, por isso é importante que ele coma frutas desde o começo. Recebo muitas queixas de mães relatando que o filho não come frutas. Isso pode ser porque a criança não conhece. 

Comida de criança é comida de verdade: arroz, feijão, carnes, legumes, verduras e frutas. Não é iogurte, biscoitos, bolachas, refrigerantes e salgadinhos. Aliás, isso só depois dos 2 anos.

Então se você quer que o seu filho cresça e se desenvolva bem, tem que oferecer alimentos saudáveis desde o começo. Incentive ele a comer frutas, coma junto e seja exemplo.

Depois, quando ele for maior, não adianta dizer que ele não quer frutas. Como vai querer se não conhece? A fruta deve ser servida até 1 ano como única opção de lanche. Só precisa variar.

Ela tem vitaminas e micronutrientes essenciais para o bom desenvolvimento e crescimento das crianças. A verdade é que essa fase de introdução alimentar é a oportunidade que você tem de ensinar o que é melhor para o seu filho e criar hábitos alimentares saudáveis que eles levarão para a vida toda. 

Veja também: As melhores frutas para introdução alimentar

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Deixe seu Comentário

Compartilhe e pergunte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Blog
rgarciacolina@yahoo.com.br

Bebê com 4 meses pode comer papinha?

Com 4 meses, o bebê não pode ainda comer papinha nem nada. A principio, nessa idade ele não está preparado e a introdução dos alimentos

Como fazer SEU BEBÊ GOSTAR DE TODOS OS ALIMENTOS

Todos os bebês que comem bem seguiram esse processo e você pode usá-lo a partir de HOJE